Atenção, trabalhador!

Trabalhadores cadastrados no PIS e que recebem até dois salários mínimos têm direito ao abono salarial no valor de um salário mínimo (R$ 724,00).

O prazo para o recebimento do benefício encerra no dia 30 de junho. Há ainda quase dois milhões de beneficiários que não sacaram o abono, o que equivale a uma quantia de mais de R$ 1 bilhão.

Neste ano, curiosamente, o governo federal não está avisando os trabalhadores para procurarem as agências da Caixa Econômica Federal e sacar o dinheiro dentro do prazo.

Por isso, o Sindbast alerta: se os saques não forem feitos até junho, o recurso voltará para o governo e só poderá ser retirado mediante decisão judicial!

Para receber o abono, o trabalhador deve:

– Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

– Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício;

– Ter exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;

– Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base considerado.

Como é feito o pagamento:

– Por meio de crédito em conta, quando o trabalhador possui conta individual na CAIXA, com saldo positivo e movimentação nos últimos meses.

– Por meio de crédito na folha de pagamento, caso a empresa empregadora do trabalhador tenha celebrado convênio CAIXA PIS-Empresa.

– Nos terminais de autoatendimento, Correspondente Caixa Aqui e Loterias, utilizando o Cartão do Cidadão com senha cadastrada.

– Em qualquer agência da CAIXA, mediante apresentação do número do PIS e um documento de identificação.

Se você tem direito ao abono, não perca tempo ou você vai deixar o dinheiro voltar para o governo?

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.