Bandeira de protesto confiscada

Após a saída de Fernando Collor de Melo da presidência da República, em 1992, por meio do processo de impeachment, a direção do Sindicato organizou uma manifestação na Ceagesp para pedir a moralização da política nacional. “Foi muito bonito do ponto de vista da participação das pessoas”, declarou Paulo.

Os trabalhadores usaram uma bandeira do Brasil enorme e com a mesma legenda d’A Balança. “Nós colocamos em frente ao prédio da administração, mas um coronel da Polícia Militar teve um ato de extrema bravura e mandou retirar”, ridicularizou. “Acontece que o tal oficial não queria devolver de jeito nenhum.”

A delonga foi resolvida quando Alemão ligou para alguém do Palácio dos Bandeirantes, que deu a ordem para que o instrumento de protesto fosse devolvido imediatamente. “Conseguimos a bandeira e ao cara morreu de raiva”, recordou Paulo.

Fonte: livro Todos ao Restaurante – 20 anos de Sindbast (pag. 92)

Comentários estão fechados.