Sindbast intensifica reuniões com os colaboradores da Codasp

O Sindbast já iniciou as visitas aos trabalhadores da Codasp que atuam no interior. Os funcionários de Campinas foram os primeiros a receber a diretora Isabel Ribeiro, em 24 de novembro.

Ela aproveitou que todos estariam presentes na Reunião de Análises Críticas (RAC) da empresa para conversar sobre sugestões e reclamações que, posteriormente, foram levadas às diretorias do Sindbast e da Codasp.

Isabel aproveitou também o contato direto com os trabalhadores para lembrar os benefícios oferecidos pelo Sindicato e reforçar que as respectivas informações estão detalhadas no site (clique aqui para saber mais) e nas edições do jornal A Balança, publicadas periodicamente.

Para que os participantes tivessem liberdade de dizer o que pensam, sem constrangimentos, ela entregou a cada um deles um papel, no qual poderiam se expressar. Depois de analisado o que foi escrito, chegou-se ao seguinte resultado: muitos funcionários da Codasp estão insatisfeitos com uniformes, com a demora na definição do Plano de Cargos e Salários, com as condições dos alojamentos das obras e com o não recebimento da insalubridade em algumas funções.

Em contrapartida, eles estavam bastante satisfeitos com a presença do Sindicato e com a preocupação dos diretores em defender, cada vez mais, os direitos da categoria. “A oportunidade de estar pessoalmente com os trabalhadores foi muito proveitosa. Nada como ouvi-los no local de trabalho e verificar de perto o que está acontecendo”, comentou Isabel.

Desdobramentos do encontro

As reclamações e sugestões dos trabalhadores já foram apresentadas ao presidente da Codasp, Jairo de Almeida Machado Jr., em reunião que contou com a presença dos diretores do Sindbast, Isabel e Gualberto.

Em relação ao item insalubridade, o presidente prometeu avaliar as considerações de uma empresa contratada para verificar quais cargos teriam esse benefício.

Quanto às demais reivindicações, Jairo deve conversar com os gerentes mais próximos da rotina dos funcionários para cobrar um feedback sobre as reclamações assim que possível.

“Com essa importante aproximação com nossos filiados, estaremos ainda mais conscientes dos problemas enfrentados no dia a dia. Por isso, a cobrança em relação a atitudes da empresa também será maior. Queremos providências!”, garantiu o diretor Gualberto.

A próxima visita de Isabel acontecerá em 15 de dezembro, na cidade de Presidente Prudente. A mesma metodologia será adotada, agora para ouvir os trabalhadores de obras desta localidade.

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação

Comentários estão fechados.